Tradução simultânea X tradução consecutiva

É comum ouvirmos sobre ambos os termos, principalmente, relacionados a eventos como congressos, simpósios e conferências, nas quais, há troca de informações entre pessoas que não falam a mesma língua. Porém, para falarmos de ambas as traduções, é preciso separar a função de tradutor da de intérprete.

A primeira é aquela que trabalha com textos escritos; livros, materiais didáticos, atas de reuniões, textos acadêmicos ou publicitários e até documentos diplomáticos – juramentados.

A função de intérprete, portanto, trabalha com a outra linha: a compreensão da fala e suas nuances durante um momento de oralidade. É a partir das possíveis utilizações da habilidade do intérprete que uma ou outra tradução será definida para um evento.

A tradução simultânea acontece com o intérprete em um espaço isolado acusticamente para transmitir as mensagens, por meio de equipamentos sonoros. Enquanto recebe a fala do orador na sala de som, o intérprete, imediatamente, repassa as palavras traduzidas aos ouvintes que ficam com fones de ouvido.

Na tradução consecutiva, o intérprete se posiciona próximo ao locutor e mantém contato visual para captar as nuances e os detalhes na comunicação – a fim de fazer a melhor escolha entre as possíveis interpretações da fala. Após algumas frases, o orador para, de maneira que o intérprete consiga finalizar suas notas e retransmitir a fala no idioma-alvo.

A escolha no tipo de tradução resulta em uma experiência diferente ao público: a tradução simultânea serve melhor para eventos maiores, porque a interferência é menor ao público. O processo de tradução não exige mais tempo de duração para os eventos.

tradução consecutiva exige intervalos de tempo para que o intérprete transmita a mensagem. Nesse sentido, para optar por esse método, é preciso levar em conta de que o tempo do evento pode dobrar em relação ao da tradução simultânea.

Apesar da desvantagem em relação à limitação no tempo ou tamanho do evento, a tradução consecutiva ganha na fluidez da fala. O intérprete terá tempo para processar cada frase e escolher as palavras mais adequadas, a partir das nuances observadas. Na tradução simultânea, entretanto, o ponto chave é a sincronia entre a ala do locutor e a imediata tradução. Isso implica na perda de significados mais profundos ou complexos, em troca de agilidade e uma tradução mais geral.

A escolha entre ambas as opções, dá-se por meio da logística do evento, pensando na experiência desejada para que o público consiga participar nas trocas de informações.

Global Languages dispõe de equipes para ambos os estilos de tradução. Nossa equipe é formada por profissionais que possuem o idioma-alvo como língua nativa, ativos intelectualmente sobre as atualizações a respeito das tendências no idioma.

Para todos os temas e assuntos, conte conosco para fornecer os intérpretes em seu evento. Consulte nossos serviços e saiba mais!